Como conhecer novos lugares fazendo trabalho voluntário

Registro do voluntariado que fiz no carnaval. (FOTO: arquivo pessoal)

Viajar é uma experiência única, mas e se você pudesse fazer isso e ainda colaborar para a mudança no mundo? Com o trabalho voluntário, você pode conhecer novos destinos e fazer a diferença na vida de comunidades, projetos sociais e organizações.

É uma oportunidade de desenvolver habilidades, fazer novas amizades e melhorar a saúde mental e física. Além disso, a experiência traz novas perspectivas capazes de mudar a forma como você vê a si mesmo e o mundo a sua volta.

Então, que tal trazer um novo significado para a sua próxima viagem? Conheça algumas dicas de como viajar e conhecer novos lugares fazendo trabalho voluntário.

Worldpackers

A hospedagem é um dos itens mais importantes no planejamento de uma viagem, afinal, você precisa de uma estadia segura e confortável. Mas ela também pesa no orçamento, ou seja, é uma necessidade que custa caro. Mas você sabia que é possível hospedar-se de graça? A Worldpackers é uma plataforma que conecta anfitriões e viajantes para hospedagem gratuita em troca de um trabalho voluntário.

São várias atividades disponíveis, você pode usar habilidades que já possui ou aprender algo novo. Veja algumas opções:

  • trabalhar na área administrativa de hostels;
  • desenvolver projetos ecológicos;
  • dar aulas em ONGs e escolas;
  • atuar em projetos sociais.

E o melhor: alguns anfitriões também oferecem refeições gratuitas e descontos em passeios. Com algumas horas de dedicação por dia, você terá muitos aprendizados e poderá passar mais tempo viajando. No site e no aplicativo da plataforma, você pode filtrar as atividades do seu interesse e escolher aquela que mais se encaixa no seu perfil.

O mais legal é que a plataforma foi criada por dois brasileiros e tem vagas para todo o mundo. O período é definido por você: curto, médio ou longo. E todos os anfitriões e viajantes recebem avaliações, o que ajuda muito na hora de escolher uma vaga. É uma ótima oportunidade de economizar durante uma viagem curta ou de aproveitar melhor o seu mochilão.

Programa de Voluntariado do ICMBio

Quem me conhece sabe que esse é o meu xodó porque eu simplesmente falo para todo mundo o quanto essa experiência mudou a minha vida. Já realizei três trabalhos voluntários para o ICMBio e tenho mais um agendado para este ano. Confesso que fico olhando os editais para definir meus próximos destinos.

Mas o que é o Programa de Voluntariado do ICMBio e como ele funciona? Bem, ele foi criado em 2009 e tem como objetivo conscientizar e promover o engajamento da sociedade na conservação da biodiversidade por meio da ação voluntária e do reconhecimento público dessa contribuição.

A atuação ocorre em Unidades de Conservação e geralmente oferecem como contrapartida hospedagem e auxílio na alimentação. O programa é dividido em diversas áreas temáticas:

  • administração;
  • comunicação;
  • consolidação territorial;
  • gestão socioambiental;
  • manejo para conservação;
  • pesquisa, monitoramento e gestão da informação;
  • produção e uso sustentável: apoio às populações tradicionais;
  • proteção ambiental;
  • uso público e negócios.

O programa recebe pessoas físicas de diferentes perfis, independentemente da idade. Os principais requisitos são disposição, compromisso e vontade de colaborar para a conservação da natureza e do bem público. Para participar, é preciso acessar o site e criar um cadastro na plataforma. Neste espaço o voluntário pode acompanhar os editais com vagas em Unidades de Conservação de todo o país.

Extra: se você é do Ceará, que tal trabalhar no Parque Nacional de Ubajara? Tem duas chamadas abertas com prazo de inscrição até o dia 10/04. Já me voluntariei lá e posso dizer que a experiência é única.

Vale lembrar que o trabalho voluntário no Brasil é regido pela Lei nº 9.608/1998 e trata-se de uma atividade não remunerada prestada prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou a instituição privada de fins não lucrativos que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência à pessoa. O serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista previdenciária ou afim.

Como escolher um trabalho voluntário para a sua viagem

Existem três formas de escolher um trabalho voluntário: pela causa, pelo projeto ou pela convicção. Depois de escolher o tipo de trabalho voluntário, é hora de colocar no papel o seu tempo disponível, suas habilidades e o planejamento financeiro. Por fim, é só aplicar para uma vaga e esperar a confirmação.

Normalmente os trabalhos voluntários disponibilizam tempo livre para você conhecer melhor o destino ou outras atividades que desejar. Então não tenha medo em escolher destinos desconhecidos, pois eles podem trazer vivências inesquecíveis.

Viajar fazendo trabalho voluntário é uma das experiências mais completas e autênticas que você pode ter na vida. Ela vai ser bem mais econômica do que a viagem turística tradicional e ainda trará grandes aprendizados. E uma coisa eu garanto: depois do primeiro, você não vai pensar em outra coisa!

Gostou do post? Então compartilhe com os seus amigos!

(FOTO: Fábio Arruda)

UBAJARA: Como é hospedar-se na Pousada Gruta?

Ubajara é conhecida como a capital do turismo da Serra da Ibiapaba. O clima agradável e a vegetação exuberante atraem visitantes de diferentes estados — principalmente do Ceará e do Piauí. Basta conhecer um pouco sobre seus diferentes tipos de turismo (ecológico, de aventura, cultural e religioso) para se apaixonar e programar a viagem. E que tal iniciar pela escolha da hospedagem? Vou contar a minha experiência com a Pousada Gruta.

LOCALIZAÇÃO

Posso dizer que esse é um dos principais motivos para a hospedagem, pois a pousada fica a 200 metros de distância do Parque Nacional de Ubajara, maior atrativo da região. A proximidade com a mata torna o clima ainda mais agradável: você se sente no meio da floresta. Além do verde ao redor, acordar com o som dos pássaros deixa o dia muito melhor.

Você pode aproveitar o dia para conhecer os pontos turísticos da cidade:

  • Praça do relógio;
  • Letreiro da entrada da cidade;
  • Cachoeira do Boi Morto;
  • Santuário Mãe Rainha;
  • Arrocha Park;
  • Rosa Reijers;
  • Castelo Club (casa de shows);
  • Casa da Família Magalhães (primeira casa construída em Ubajara).
(FOTO: Fábio Arruda)

(FOTO: Fábio Arruda)

ÁREA VERDE

Logo na entrada você encontra grandes árvores e um gramado tão verde que dá vontade de se deitar (o que eu fiz, obviamente). O lugar também têm peças rústicas como mesa, bancos e um caramanchão com flores.

No jardim, você pode descansar sob a sombra das árvores e observar as aves que passeiam no local. Se der sorte, verá dois pavões abrindo suas penas coloridas. E o que falar dos coelhinhos que circulam na pousada? São um charme!

AMBIENTE FAMILIAR

Como o próprio site diz, a Pousada Gruta é formada por uma família que recebe outra. O proprietário, Sr. Gomes, faz questão de recepcionar os visitantes e deixá-los à vontade, como se estivessem hospedados na casa de um parente. Atencioso, ele cuida de cada detalhe para proporcionar conforto e bem-estar aos hóspedes. Está sempre disponível para uma boa prosa, contando suas vivências e curiosidades sobre Ubajara.

BEBIDA LOCAL: MARACUCHAÇA

Essa é uma bebida artesanal, criada e patenteada pelo Sr. Gomes. Ela é servida dentro de um maracujá e tem sabor único. Sem dúvidas, você precisa experimentar!

(FOTO: Fábio Arruda)

(FOTO: Fábio Arruda)

ESTRUTURA

A pousada tem 17 espaçosos e confortáveis apartamentos, 2 restaurantes, área verde e jardim. Existem várias espécies de flores e árvores ao redor da pousada, além da presença de pássaros, pavões e coelhos, que fazem a alegria de adultos e crianças. A internet WI-FI funciona bem tanto nos quartos quanto nas áreas comuns.

Quartos

Os apartamentos são divididos em 3 categorias: duplo, duplo com acesso para pessoas com mobilidade reduzida e triplo. Os quartos ficam no térreo e no piso superior. Todos eles têm varanda com vista para a vegetação.

O espaço interno é amplo e confortável, com roupa de cama e de banho à disposição. Além disso, os quartos têm televisão, frigobar, poltrona e móvel para guardar a bagagem. E apesar do clima ameno, todos têm ar-condicionado.

Banheiros

Os banheiros são novos, limpos e espaçosos. Oferecem ducha quente para melhor conforto térmico dos visitantes. São adaptados para receber pessoas com mobilidade reduzida.

(FOTO: Fábio Arruda)

(FOTO: Fábio Arruda)

RESTAURANTES

A pousada conta com dois restaurantes no mesmo espaço. No início do dia, de 7h30 às 9h30 é servido o café da manhã para todos os hóspedes. Durante o almoço, de 11h às 15h, funciona o Restaurante Regional e no jantar, a partir das 18h, funciona o Bragatelli. Os restaurantes também são abertos ao público.

Café da manhã

Na minha opinião, essa é uma das melhores partes de uma hospedagem. E na Pousada Gruta, a refeição é caprichada! As frutas orgânicas, queijos, pães e bolos artesanais enchem a mesa, com diversas opções de complementos. Nas bebidas têm café, leite, sucos e chás. E para deixar a refeição mais regional, que tal ovos, tapioca e cuscuz preparados na hora? Essa é a sugestão do próprio Sr. Gomes, que faz questão de atender os hóspedes e preparar as refeições de acordo com as preferências dos visitantes.

O serviço diferenciado é um bônus à mesa disposta com o modelo “self-service”. Outro destaque é para a variedade de frutas, que deixam o prato com diversas cores e sabores: laranja, abacate, melão, mamão, banana, goiaba e manga. E o melhor de tudo: o valor do café da manhã já está incluso na diária.

Restaurante regional

Ele é especializado em comida brasileira, com destaque para os churrascos e comida regional: galinha caipira, carneiro guizado e capote. Para o acompanhamento, peça salada orgânica e a deliciosa macaxeira frita. Os sucos naturais também são ótimos!

Restaurante Bragatelli

À noite, a gastronomia é comandada pelos estudantes de gastronomia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). A decoração e iluminação do lugar é diferenciada e o cardápio traz massas artesanais, bebidas especiais e sobremesas francesas. É um ambiente romântico e agradável.

(FOTO: arquivo pessoal)

(FOTO: arquivo pessoal)

ESTADIA

A estadia na Pousada Gruta é tranquila e agradável. É um serviço completo de boa localização, gastronomia, limpeza e cordialidade. Você realmente fica com a sensação de pertencer a um lar.

SERVIÇO

Pousada Gruta
Endereço: Av. César Calls de Oliveira Filho, s/n – Ubajara, CE, 62350-000
Contato:  (88) 3634-1375/ 99806-0333
Site | Fanpage | Instagram