3 ferramentas e dicas para comprar passagens aéreas baratas

(FOTO: Unplash/ Suhyeon Choi)

O planejamento de uma viagem envolve várias etapas, mas uma das principais é a compra de passagens aéreas. Normalmente é o que mais pesa no orçamento e pode até ser um impeditivo para que a viagem ocorra. Mas não desanime! Mesmo com preços dinâmicos, é possível sim comprar passagens aéreas baratas.

Quer saber como? Então continue a leitura e descubra 3 ferramentas para economizar e viajar mais.

Ah, no final tem algumas dicas que comprovei por experiência própria, vale a pena ler tudo!

1. Passagens Imperdíveis

Se você tem flexibilidade para viajar, pode abrir uma aba no seu navegador para o site do Passagens Imperdíveis, seguir a conta no Instagram ou baixar o aplicativo porque essa plataforma faz jus ao nome. Cada vez que surge uma promoção sensacional de passagem aérea eles divulgam em primeira mão. São preços inacreditáveis, como R$ 400 de São Paulo para Colômbia, ida e volta.

O único porém é que os preços valem para um período específico. Ou seja, se você viu uma promoção irresistível, cheque as datas e os locais de partida disponíveis para saber se você se encaixa nessas condições. É muito válido para quem já estava pesquisando por um destino ou para quem tem disponibilidade financeira e de tempo.

Ah, é preciso raciocinar rápido, pois essas promoções duram pouco tempo. Então se você encontrar uma postagem dizendo “CORRE”, corra mesmo porque são passagens imperdíveis!

2. Skyscanner

O Skyscanner é uma plataforma de busca que inclui centenas de linhas aéreas, incluindo as low-cost — baixo custo. Ele reúne diversas informações de viagens para que o usuário encontre a opção ideal. Após selecionar a oferta que mais se encaixa nas suas necessidades, o site direciona para o fornecedor responsável, onde você pode concluir a reserva.

Mas essa não é a sua única vantagem, existem outras ferramentas que vão ajudar muito o seu planejamento. Confira.

Qualquer lugar: escolha o destino pela data

Sabe quando você pretende viajar mas ainda não escolheu o destino? Por exemplo, se você vai tirar férias em março e deseja fazer uma viagem incrível, basta usar a ferramenta “Qualquer Lugar”. Ela compara preços de diferentes destinos durante a mesma época.

Primeiro você inclui a cidade de partida e depois o período: mês inteiro, data específica ou mês mais barato. Em seguida aparece a estimativa de preços mais baixos encontrados nos últimos 15 dias. O primeiro resultado é com países, na ordem do mais barato para o mais caro.

Ao clicar no país desejado, vem a estimativa por cidades. Depois disso surgem as ofertas que direcionam para a página com opções de voos. Então é só escolher entre finalizar a compra em alguma operadora de turismo ou no site da própria companhia aérea.

Explore: escolha o destino pelo preço

Outra ferramenta interessante é a “Explore”, que reúne vários destinos possíveis para o seu orçamento. Trata-se de um mapa interativo em que você coloca a cidade de partida, o valor máximo que você pode pagar pela passagem e a época do ano desejada para a viagem. Então o site permite que você navegue pelo mapa que mostra todos os destinos disponíveis.

O site mostra tarifas de voos para os próximos 12 meses. As bolinhas verdes indicam cidades com preços mais baratos e as vermelhas com preços mais altos. Você pode fazer várias buscas em meses diferentes para encontrar a tarifa que cabe no seu bolso. Ao clicar no destino a plataforma indica os dias daquela oferta e em seguida direciona para a página das opções de voos.

Recursos extras

O site também mostra uma seleção de passagens aéreas baratas, geralmente para dois meses à frente. Outro recurso válido são os alertas de mudança de preços. Assim você pode acompanhar por e-mail as melhores tarifas do mês inteiro que pretende viajar. Tudo isso pelo site ou pelo celular, por meio do app Skyscanner.

3. Google Flights

Esse é o meu queridinho, rápido e prático. Ele é válido tanto por quem ainda está pensando no destino quanto para quem já decidiu, pois permite simular o preço de diversas formas. A interface é simples e requer menos cliques para dar informações sobre as passagens. Infelizmente ainda não criaram um app para o Google Flights, mas vale a pena usar o seu navegador para testar as possibilidades que ele oferece.

Ele reúne três funções principais: pesquisar voos, explorar mapas e preços rastreados. Você pode acessá-los pelo menu principal, localizado no canto superior esquerdo. Também é possível alterar o país, o idioma e a moeda que deseja ver os preços. E o melhor: diferente de outros buscadores, ele mostra o valor final da passagem com as taxas inclusas — ou seja, não há surpresas na hora de finalizar a compra.

Entre os seus principais filtros estão:

  • bagagens;
  • escalas;
  • companhias aéreas;
  • preço;
  • horários;
  • aeroportos de conexão;
  • duração do voo;
  • passagens separadas.

Como usar

Para pesquisar voos, basta inserir a cidade de origem e a de chegada e clicar no calendário ao lado para escolher a data que pretende viajar. Em seguida, aparecem os valores de passagens abaixo das datas. Os verdes são os mais baratos, fique de olho neles! Você pode filtrar a busca por ida e volta ou só ida; pela quantidade de passageiros e pela classe econômica.

Quando terminar de preencher esses campos clique em “pesquisa”. O site vai listar os voos disponíveis, indicando o tempo de duração, os aeroportos conectados, a quantidade e o tempo de escalas (se houver) e o preço das passagens.

Há uma seta ao lado do preço que mostra os detalhes do voo:

  • distância entre as poltronas;
  • troca de aeroporto ou aeronave;
  • tomada e saída USB no assento;
  • internet WI-FI ou streaming de mídia.

Quando encontrar a opção ideal, basta clicar em reservar com a companhia aérea e o site abre uma aba diretamente para o página da empresa, assim você pode concluir a compra. Escolha essa opção se quiser economizar, pois as operadoras de turismo que aparecem nos resultados podem cobrar taxas extras.

Extras

As outras ferramentas do Google Flights são as pesquisas para múltiplos destinos e as opções de viagens de acordo com as informações personalizadas do usuário. Ou seja, o site vai indicar destinos baseados nos seus interesses: praia, montanha, compras, cultura, etc. Também há um mapa interativo na ferramenta “Qualquer destino”. Como o site é bastante intuitivo garanto que você não terá dificuldades em usá-lo.

Dicas pessoais para comprar passagens aéreas baratas

(FOTO: Unplash/ Raw Pixel)

Conforme prometido, vou dar algumas dicas que aprendi ao pesquisar passagens. Com paciência e prática eu já consegui comprar voos muito baratos, como Fortaleza — Rio de Janeiro (ida e volta) por R$ 250 e Fortaleza — Recife (ida e volta) por R$ 160. Se procurar bem, sai mais barato do que viajar de ônibus.

Primeiro de tudo, você precisa estar aberto às possibilidades e pesquisar bastante. As três ferramentas indicadas neste texto ajudam muito, mas existem alguns detalhes que melhoram ainda mais os resultados, veja a seguir.

Pesquise sempre com janela anônima

Nós sabemos que os sites não nos dão informações de graça, então navegue sempre com janela anônima. Dessa forma, você evita propagandas indesejadas, cookies e preços mais caros do que o normal. Use o atalho Ctrl + Shift + N para fazer suas pesquisas de passagens aéreas baratas.

Escolha ida e volta pelo mesmo lugar

Essa dica é para quem faz mochilão e viagens longas: entrar e sair pelo mesmo lugar geralmente sai mais barato do que comprar a ida por um lugar e a volta por outro. Um único bilhete também é melhor do que bilhetes separados pois facilita a comunicação e a negociação com a companhia em caso de imprevisto.

Seja flexível com datas e horários

Os voos semanais são mais baratos do que no final de semana. Terça e quarta-feira são os dias mais baratos e podem garantir até 11% de economia. O dia mais caro é o sábado.

O horário do voo também interfere no preço final. O melhor horário é à noite, a partir das 18h; pela manhã as tarifas são mais altas. Viajar de madrugada também pode garantir uma boa economia.

Compre com antecedência

Pesquisar com antecedência facilita o planejamento da viagem, a criação do roteiro e, claro, a compra de passagens aéreas baratas. Se possível, comece a pesquisar 4 meses antes. Esse período permite que você acompanhe as mudanças de preços e encontre tarifas mais acessíveis.

Uma pesquisa da Momondo revela que é possível economizar até 28% comprando a passagem 56 dias antes do embarque. Também vale a pena realizar a compra durante os sábados e domingos pois esses são os dias que as companhias aéreas costumam realizar promoções.

Aproveite as promoções relâmpago

Parece óbvio, mas muitas não damos importância para promoções e deixamos passar uma oportunidade que fará falta mais na frente. Portanto, assine a newsletter das companhias aéreas de sua preferência. Talvez a passagem que você tanto deseja pode está na sua caixa de e-mails e você nem imagina.

Então, gostou das dicas para comprar passagens aéreas baratas? Economizar e viajar parecer difícil, mas não é. Quanto antes você começar a planejar e pesquisar de forma independente mais rápido você terá melhores soluções para as suas compras. No fim, você terá orgulho de si mesmo por encontrar uma opção mais econômica e ficará mais motivado para viajar.

E você, já utilizou alguma dessas ferramentas ou prefere outra? Conte a sua experiência aqui nos comentários.